preloder

Reforma da previdência: trabalhadores que recebem salário maior vão contribuir com mais.

A reforma da previdência trouxe mudanças nas alíquotas pagas pelos trabalhadores, que era de 8, 9 ou 11%.

A partir de março de 2020, as alíquotas passarão a ser progressivas, ou seja, quem ganha mais pagará mais: até 14% no INSS e 22% no serviço público federal. Já os trabalhadores que recebem menos vão ter contribuição menor, que começa em 7,5%. Confira:

PARA O RGPS

  • Até um salário mínimo: 7,5%
  • Entre um salário mínimo e R$ 2 mil: 9%
  • Entre R$ 2 mil e R$ 3 mil: 12%
  • Entre R$ 3 mil e o teto do RGPS: 14%

PARA SERVIDORES PÚBLICOS FEDERAIS NO RPPS DA UNIÃO

  • Até um salário mínimo: 7,5%
  • Entre um salário mínimo e R$ 2 mil: 9%
  • Entre R$ 2 mil e R$ 3 mil: 12%
  • Entre R$ 3 mil e o teto do RGPS: 14%
  • Entre o teto do RGPS e R$ 10 mil: 14,5%
  • Entre R$ 10 mil e R$ 20 mil: 16,5%
  • Entre R$ 20 mil e o teto constitucional: 19%
  • Acima do teto constitucional: 22%

Fonte: www.inss.gov.br

Deseja esclarecer mais dúvidas sobre os seus direitos? Entre em contato com a nossa equipe.